terça-feira, 16 de dezembro de 2008

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Mamão...








Esta delícia de fruta é calmante, digestiva e laxativa, sendo bastante indicada para quem possui o estômago sensível, quer manter o peso ou está querendo emagrecer, pois possui baixas calorias.
Maduro e ao natural, o mamão constitui um excelente alimento, pois é rico em sais minerais como Cálcio, Fósforo, Ferro, Sódio e Potássio, que participam na formação de ossos, dentes e sangue, evitam a fadiga mental, produzem energia e ajudam a manter o equilíbrio interno do organismo.
O mamão possui alta quantidade de betacaroteno, característico de frutas de tons alaranjados. O Betacaroteno quando ingerido atua como formador de vitamina A, uma vitamina antioxidante que combate doencas de pele, cegueira noturna e queda de cabelos. Além disso o consumo de alimentos ricos em betacaroteno garante um bronzeado mais duradouro e uma pele corada, com aspecto de saudável.Mas não exagere! O consumo de vitamina A pode causar acúmulo dessa vitamina no organismo e com isso gerar doenças tão perigosas quanto as doenças causadas pela carência de vitamina A. Pessoas que consomem alimentos ricos em betacaroteno excessivamente geralmente possuem a palma da mão amareladas, o que demonstra o acúmulo dessa pró- vitamina.
É rico também em vitamina C, outra importante vitamina antioxidante que protege o organismo de doenças, envelhecimento precoce, além de fortaceler ossos e gengivas.
O mamão apresenta, ainda, papaína, enzima natural que ajuda na digestão das proteínas.Cem gramas de papaia fornecem 36 calorias.
Curiosidade:
Um estudo recente realizado pela Caliman Agrícola S/A em parceria com a UENF (Universidade Estadual do Norte Fluminense) comprovou cientificamente que o mamão que tem manchas em sua casca é rico em vitamina C, inclusive em quantidade superior ao percentual de vitamina C encontrado no mamão sem manchas.
O mamão maduro conserva-se em geladeira de 2 a 3 semanas e seu período de safra é de abril e julho.

Fotos: Laura Sacchetti
Texto: Fernanda Sheer
Nutricionista
CRN3 24045

domingo, 7 de dezembro de 2008

Laranja


A laranja é a fruta de maior produção e maior consumo no Brasil e a mais barata fonte de vitamina C.
Essa importante vitamina antioxidante, auxilia na resistência a infecções, na cicatrização de feridas e queimaduras, além de beneficiar a gengiva. A vitamina C combate ainda o envelhecimento precoce, participa na formação de colágeno, combatendo a flacidez e minimiza os malefícios do stress, combatendo os radicais livres.
Mas há outros nutrientes importantes na laranja. É um a fruta rica em cálcio, que atua no fortalecimento da estrutura óssea; fósforo, que auxilia na absorção da glicose; é rica em fibras, que promove um melhor funcionamento intestinal; pectina, um tipo de fibra que auxilia na redução do colesterol e na absorção de açúcares; e sais mineiraisimportantes na neutralização do ácido úrico.Assim, o consumo da laranja reduz o risco de condições como: infarto, dores reumáticas, gota, diabetes, contipação intestinal e sobrepeso.
Contém também potássio, o que lhe confere propriedade diurética.
Aconselha-se comsumí-la com bagaço para aproveitar o conteúdo de fibras e pectina.
A vitamina C oxida e se perde com facilidade, portanto, só descasque a laranja se for consumí-la imediatamente.
DICA: Na hora de comprá-las, dê preferência às mais pesadas pois, normalmente, são as que contêm mais suco.
VALOR CALÓRICO: 100 gramas de laranja fornecem, em média, 45 calorias.
PROPRIEDADES MEDICINAIS: Por ser rica em vitamina C, a laranja torna o organismo mais resistente às infecções;Dá vitalidade às gengivas;Possui também propriedades cicatrizantes;Suas fibras ajudam a reduzir o colesterol sanguíneo;Auxilia o organismo a absorver o ferro de outros alimentos, a combater estresse e alergias, a diminuir as taxas de colesterol e o risco de alguns tipos de câncer.

Fotos: Laura Sacchetti
Texto: Dra Fernanda Sheer
Nutricionista
CRN3 24045

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Tomate

O tomate é o fruto do tomateiro, embora coloquialmente considerado como legume pelos leigos.
Originário da América Central e do Sul, era amplamente cultivado e consumido pelos povos pré-colombianos, sendo atualmente cultivado e consumido em todo o mundo.
O tomate é excelente vigorizador do organismo e purificador do sangue além de combater doenças do fígado, o desgaste mental, perturbações pulmonares, devendo ser evitado por pessoas que sofrem de úlceras, gastrite ou acidez estomacal. Consumido cru ou cozido, os tomates contêm poucas calorias. Um tomate cru de tamanho médio contém somente 25 calorias com mais ou menos 20 mg de vitamina C que geralmente está concentrada na substância gelatinosa que reveste as sementes.



Nutrientes importantes : O tomates contêm licopeno, um potente antioxidante que protege contra alguns tipos de câncer e combate os radicais livres, evitando o envelhecimento precoce.
Comer tomates regularmente diminui o risco de câncer da próstata nos homens, segundo pesquisadores da Universidade de Harvard.
Para que o licopeno fique mais disponível para absorção, é indicado que o tomate seja processado e acrescido de um pouco de gordura, como o azeite de oliva.
É também boa fonte de vitaminas A, B e C, e de minerais como Fósforo, Ferro, Potássio e Magnésio.

A vitamina A é indispensável para a normalidade da vista, mucosas e pele, auxilia o crescimento e evita infecções. As vitaminas do Complexo B ajudam na regularização do sistema nervoso e aparelho digestivo, tonificam o músculo cardíaco, colaboram para a pele e para o crescimento. Já a vitamina C, principal componente do tomate, dá resistência aos vasos sanguíneos, vitalidade às gengivas, evita a fragilidade dos ossos e má formação dos dentes, contribuindo no combate a infecções e cicatrização de ferimentos.
Parte da vitamina C se perde no processamento de extratos ou molho de tomates industrializados, mas a vitamina A e o licopeno são parcialmente mantidos.
Na hora de comprar, é preciso levar em conta a forma como vão ser preparados. Para molhos, sopas ou cremes, eles precisam ser bem maduros, vermelhos, sem amassos ou manchas. Para saladas, precisam ter cor uniforme e serem firmes e lisos. Os de aparência irregular precisam ser cozidos ou empregados em sucos.

O tomate maduro pode ser conservado em geladeira por uma semana e o verde por até 3 semanas.
Seu período de safra vai de maio a julho.
Prefira sempre o tomate orgânico, livre de agrotóxicos, pois é um dos frutos que mais absorve esse metal tóxico.

Fotos: Laura Sacchetti
Texto: Dra. Fernanda Scheer
Nutricionista
CRN3 24045

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Melão

O melão é uma fruta refrescante, cheia de vitaminas e muito versátil, já que pode ser consumida de forma natural ou ser é usada na alta cozinha para compor molhos doces, e incrementar saladas criativas.
Maduro, o melão é bom como calmante, diurético e laxante. Tem utilidade estética e possui nutrientes importantes também na prevenção de doenças.
Por ser rico em água, é indicado o consumo em casos de gota, reumatismo, artrite, obesidade, colite, prisão de ventre, afecções renais, nefrite, cistite e corrimento das mulheres.
Além disso tem poucas calorias, devendo ser usado em dietas de desintoxicação e perda de peso- para se ter uma idéia, cem gramas da fruta pode engordar menos que uma bala um pouco mais requintada - são 31 calorias, em média.
Contém quantidades razoáveis de Cálcio, Fósforo e Ferro, minerais que contribuem para a formação dos ossos, dentes e sangue.
Tem também boas quantidades de vitamina A que protege a visão e garante um bronzeado saudável e duradouro.
É rico em vitamina C, que age contra infecções e mantém a pele livre das rugas e celulite, e Niacina, uma vitamina que ajuda a aumentar o HDL- colesterol bom.
Na hora de comprar, dê preferência aos de casca firme, cor viva, e sem rachaduras, partes moles ou perfurações de insetos. Para ser consumido, o ideal é que ceda à pressão dos dedos.
O melão em boas condições se conserva em geladeira por 2 a 3 semanas.
Seus períodos de safra vão de dezembro a março e de julho a setembro.

Salada Tropical com Melão:

Ingredientes:

10 folhas de alface americana;

2 tomates bem firmes cortados em rodelas;

1 maçã cortada em cubinhos (deixar de molho no suco de limão);

2 fatias de melão cortada em cubinhos; algumas folhas de hortelã;

½ caixinha de creme de leite;

½ copo de iogurte desnatado;

sal a gosto;

2 colheres (chá) de ervas finas.

Fotos: Laura Sacchetti

Texto: Fernanda Scheer

Nutricionista

CRN3 24045